domingo, março 19, 2006

 

"Gerenciamento de Programas" Pessoal

Muitos profissionais são tão ligados no trabalho e realizações profissionais, que esquecem de realizar seus sonhos, para a própria vida, para a sua família, para a comunidade, etc...

Observando que comigo não estava sendo diferente, comecei a PLANEJAR todos os meus sonhos, como se fosse uma tarefa de trabalho para uma empresa. Os sonhos foram divididos em 5 universos: (1) Pessoal, (2) Familiar, (3) Profissiona,l (4) Comunidade e (5) Brasil. Após listar todos os sonhos, comecei a estudar a viabilidade deles e a possibilidade de executá-los. Caso fosse possível a execução, tornaríam-se projetos. Os parâmetros para a viabilidade foram estabelecidos de acordo com a minha estimativa de custos, dedicação de horas, e recursos disponíveis para ajudar na realização do sonho. Da mesma forma que uma empresa tem suas limitações de orçamento e recursos, eu também tive as minhas.

Depois de definidos os projetos, é necessário uma análise para verificar se todos estão convergindo para o mesmo objetivo, o meu desenvolvimento como ser humano.

No momento em que os projetos estão PLANEJADOS e ALINHADOS, fiz o cronograma Físico-Finaceiro para a realização destes projetos. Também foi necessário uma planilha de recursos, que foram materiais e humanos. Estes recursos foram de extrema importância para a transformação dos sonhos em projetos. Sem eles seria muito difícil esta realização.

Neste ponto faço uma análise e vejo que existem aspectos comuns à Gestão de Programas/Portifólio de uma empresa e este trabalho que estou desenvolvendo. No meu caso, os meus sonhos/projetos, têm o propósito de propiciar o meu desenvolvimento como pessoa e como profissional. Da mesma, forma a empresa tem os seus objetivos. Os sonhos dos Sócios e Diretores da empresa são transformados em projetos (pelos recursos humanos que acreditam no sonho). Estes projetos são os meios que proporcionam e alavancam o crescimento da empresa nos mercados em que atuam.

Na gestão de programas e portifólio, existem várias metodologias para se elencar quais os projetos e estratégias, respectivamente, são prioridades para a organização. No meu caso, não utilizei destes métodos para classifcar os projetos, porém se quisesse seria possível.

Tenho obtido um rendimento melhor das minhas horas, uma vez que listei as tarefas que tenho que fazer para cada projeto. Consegui manter o foco nas minhas atividades, e alguns projetos que demorariam meses para serem concluídos, estão programados, com data de início, previsão de gastos e data de término.

Outro ponto interessante que vale a pena destacar é o fato de não estar perdendo tempo com atividades que não levam a lugar nenhum. Por exemplo um programa de televisão inútil, ou um passa tempo na internet.

Acho de extrema importância utilizar os conceitos básicos, a essência da gestão de projetos na nossa vida. Como é importante fazermos um planejamento da tão sonhada férias com a família, uma viagem de carnaval com os amigos ou programa sabático, enfim, conquistar um objetivo. Já diz a máxima que, ao planejarmos diminuimos a chances de fracasso e consequentemente aumentamos as chances de sucesso.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?